Aleam e Supermercadistas buscam sugestões para geração de empregos e renda

A presidência da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) realizou na tarde desta quinta-feira (9), a segunda de uma série de reuniões a serem organizadas com os segmentos da indústria e do comércio locais, idealizada pelo presidente David Almeida (PSD). No início da semana, o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas, Ralph Assayag esteve na Casa. E nesta quinta, foi a vez do presidente da Associação Amazonense dos Supermercados (Amase), Marcelo Gastaldi, apresentar o cenário desse setor econômico e apontar vias de crescimento e geração de renda.

Foto : Dhyeizo Lemos

O presidente David Almeida pretende que das reuniões surjam pautas positivas para serem executadas ou sugeridas ao poder público, de maneira que cada segmento econômico possa dar sua contribuição ao desenvolvimento do Estado, e o Poder Legislativo dê legitimidade às sugestões e propostas.

“Nós precisamos ouvir aqueles que geram emprego e movimentam a economia do Estado para mostrar que podem contar com a nossa ajuda. A Assembleia Legislativa tem esse papel de ser um interlocutor da população com o Executivo e sugerir gestões necessárias para atingir o crescimento da economia com arrecadação e geração de empregos”, destacou o deputado.

Na reunião, o presidente da Amase, Marcelo Gastaldi, explicou que o apoio do Poder Legislativo é mais um reforço para impulsionar a economia local. “Eu agradeço o convite do presidente da Aleam e posso dizer que o pior já passou. Já começamos a ver um crescimento da nossa economia e estamos otimistas para que nesse fim de ano possamos voltar ao topo. Para isso iremos buscar mais eficiência e condições comerciais melhores”, apontou.

Ao final da reunião, o primeiro-secretário da Mesa Diretora, deputado Platiny Soares, definiu como “positivas” as contribuições da Amase e acredita que em breve a população vai sentir o efeito das pautas positivas elaboradas na Aleam. “Conhecendo as necessidades de cada segmento, vamos buscar soluções para a geração de emprego e assim, impactar diretamente a vida da população amazonense”, demonstrou.

Já estão previstas também reuniões com a Associação Comercial do Amazonas, Fieam, Cieam e todas as entidades da sociedade organizada envolvidas na geração de emprego, na distribuição de renda e investimentos.

Fonte : Assessoria Aleam

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *