“A criação de novos polos de educação superior é uma vitória para o Amazonas”, afirma Pauderney

O avanço da proposta da criação da Universidade Federal do Médio e Baixo Amazonas e a Universidade Federal do Médio e Alto Solimões foi comemorado pelo deputado federal Pauderney Avelino (Democratas), que vem conduzindo todo o processo junto ao Governo Federal desde abril, de 2018.

“Iniciamos este processo para ampliar a educação superior em nosso estado quando Rossieli assumiu Ministério da Educação. O reitor Sylvio Puga me procurou e conseguimos fazer as articulações junto ao governo federal para criar estes novos polos”, comenta Pauderney.

A proposta prevê a criação, sem aumento de despesa, os dois novos polos. A Universidade Federal do Médio e Baixo Amazonas (Ufembam) terá sede em Parintins e passará a integrar o campi de Itacoatiara também. Já a Universidade Federal do Médio e Alto Solimões (Ufemas) terá sede no município de Coari e o campi de Benjamin Constant será incorporado ao novo polo.

Ambas novas universidades serão vinculadas ao Ministério da Educação e terão como objetivo, além de oferecer cursos na educação superior, desenvolver pesquisa nas diversas áreas do conhecimento e promover a extensão universitária, com vistas à sua inserção regional.

O reitor da Universidade Federal do Amazonas, Sylvio Puga considera um grande avanço para o Amazonas, devido às dimensões continentais do estado. “Ter duas novas universidades significa dar mais oportunidade de estudo para os amazonenses, com perspectiva de novos cursos, mais acessibilidade, ampliação nos setores de pesquisa e inovação no norte do país. Os campi já existem, portanto, o projeto sendo aprovado, simplesmente passam a ter nova personalidade jurídica, podendo assim construir novos ordenamentos jurídicos”, comenta o reitor da Ufam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *